jusbrasil.com.br
18 de Janeiro de 2017

Defensoria em Mogi das Cruzes tem nova sede

DPSP
Publicado por DPSP
há 7 anos

Desde a última semana, a Regional de Mogi das Cruzes da Defensoria Pública do Estado de São Paulo está funcionando em novo endereço. O novo local de atendimento fica na Rua Francisco Martins, 30, (Largo do Socorro), no bairro Jardim Armênia, sendo de fácil acesso por meio de transporte público e também próximo ao Fórum e de outras Instituições Públicas da cidade.

O novo prédio é maior que a sede antiga da Regional e atende aos requisitos de acessibilidade para pessoas com deficiência e dificuldades de locomoção. No local, ainda serão instalados uma brinquedoteca e um fraldário para aqueles que comparecem ao atendimento com crianças.

 

Diariamente cerca de 100 pessoas procuram a Defensoria em Mogi, onde atuam seis Defensores Públicos do Estado, que atendem casos da área cível, de família, criminal e infância e juventude.

 

 

Serviço

Regional de Mogi das Cruzes da DPE/SP

Rua Francisco Martins, 30, (Largo do Socorro), Jardim Armênia

Tel. (11) 4725-5029 / 4796 1843 / 4799 5089

Horário de atendimento: segunda a sexta, das 9h às 11h30 e das 13h às 16h-

Disponível em: http://dpsp.jusbrasil.com.br/noticias/1774459/defensoria-em-mogi-das-cruzes-tem-nova-sede

3 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

Motivo negação no mérito informa declarante esta com depressão porque atos do processo 1 primeira vara cível de mogi das cruzes foi julgada procedente ação negatoria de paternidade movida pai da menor Gioconda filha da declarante ocasião em paternidade do autor foi excluida. Foi realizado exame junto a IMESC.
Desejo refazer o exame. Quero lutar tenho pedições bem montada eu fiz sozinha como fotos telefonema. Que nega que nunca teve contato. Tem muita coisas para falar material que ajuda que estou falando a verdade. Meu sonho é escrever um livro. Fiz camiseta com foto refazer exame D.N.A video estou organizando um trabalho com mais camisetas e cartaz. Já estou 3 anos lutando. Quero um advogado.obrigado. continuar lendo

por favor peço orientação pelo o seguinte caso:
a 23 anos a traz apareceu em minha casa uma moradora de Rua
gravida de 6 meses pedindo ajuda, eu e minha esposa acolhemos-a
e cuidamos dela até que a criança nasceu , quando nasceu a mãe não quis ficar
com a criança por não ter condições de cuidar ai fomos no cartório e disse que a
havia nascido em casa então registramos a criança em nosso nome
hoje a menina tem 23 anos é interditada por problemas mentais
a minha esposa está com mal de alzheimer ja nãoentende mais nada
uma pessoa que sabe da historia e que não gosta da gente disse que vai denunciar nos
por ter feito isso, qual será a minha pena e da minha esposa e a situação da menina
visto que a mãe (minha esposa) ja não sabe mais nada ela tambem vai presa ?
o que vai acontecer por favor me orienta - obrigado continuar lendo